Aprenda a organizar uma festa infantil

A organizadora de festas Kika Duarte dá dicas para os pais fazerem bonito no preparo de festas infantis

Texto: Camilla Santos | Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A festa está chegando e você quer fazer a melhor comemoração possível? Saiba como torná-la inesquecível para todos com dicas de como organizar uma festa infantil. Olha só:

Como escolher o local?

Se a criança for muito pequena, e ainda não interagir com eletrônicos, dou preferência para as festas realizadas em casa. Nesse ambiente, o clima é mais descontraído, o aniversariante se sente no seu próprio espaço. Se a criança não está acostumada com muita gente por perto e se sente desconfortável durante
a festa, ela tem como ficar no quarto por alguns minutos para melhorar.

Quais são os itens mais importantes da decoração?

Tudo depende do bolso do cliente, da verba que ele tem para realizar a festa. Se você estiver um pouco apertado e fizer só a decoração da mesa, já é o suficiente. E é possível decorar os outros espaços aproveitando os pacotes de balões. Mas, se o cliente tiver verba, dá para investir na entrada, em uma mesa com lembrancinhas e itens personalizados para os convidados.

Pode haver bebidas alcoólicas?

Não pode faltar refrigerante, água, suco e cerveja. Se a família tiver o perfil mais formal, pode-se optar por uísque ou prosecco. Mas não se esqueça do espírito de festa infantil. Quanto mais bebida alcóolica for servida, mais tempo os convidados permanecerão no evento. E as crianças tendem a ficar mais
cansadas. Esse tipo de evento tem horário para começar e para terminar, durando, em média, quatro horas.

Para não errar!

– Se a festa for feita no horário do almoço ou do jantar, as pessoas esperam por uma refeição. Se acontecer entre 15 e 16 horas, pode ser oferecido apenas um coquetel, com petiscos. Já no final da tarde os anfitriões podem servir risotos, massas, alimentos mais informais. A escolha deve ser por pratos que sejam fáceis de comer, não como uma carne, que precisa de faca.

– A música ambiente voltada para os mais velhos deixa-os mais confortáveis do que apenas as infantis. Assim, eles acabam curtindo a festa com os filhos. O
importante é que haja pelo menos dois momentos de brincadeiras em que pais e filhos interajam.

Revista Decorar Mais Por Menos – Ed. 63